Sergipe tem hoje 17 policiais militares a menos que no ano de1995

Essa semana, a informação passada por um oficial da Polícia Militar chamou a atenção pelos dados que segundo ele, Sergipe tem hoje 17 policiais a menos do que tinha há 22 anos atrás.

Isso significa que mesmo o estado realizando concurso público para o ingressos de novos policiais, ainda assim o déficit continuará grande, até porque a cada dia, pelo menos dez policiais vão para a reserve remunerada, ou seja se aposentam.

O problema na segurança pública vem se arrastando ao longo dos últimos 20 anos devido aos governos anteriores não realizarem concurso público.

Essa situação deve se complicar ainda mais, pois em 1.995 a população sergipana girava em torno de 1,5 milhão de habitantes e hoje se aproxima de 2,3 milhões de sergipanos e enquanto isso, o efetivo policial (civil e militar) está cada vez menor. àquela época, o número de policiais militares era maior que o de hoje.

Com efetivo extremamente reduzido, as policias enfrentam dificuldades para combater o crime, principalmente aquele que poderia ser evitado com o aumento de efetivo que permitiria ao comando realizar novas estratégias de combate ao crime.

Nesta sexta-feira (24), foram registrados cinco homicídios em Aracaju, sendo dois nas imediações do bairro Agemenon e três assassinatos nas proximidades da rodoviária velha, onde esta semana já foram registrados mais três assassinatos naquela localidade.

Pelo menos os três homicídios da rodoviária velha poderiam ser evitados se houvesse um maior efetivo policial que fizesse rondas na região e que com a presença de viaturas os marginais acabam se retraindo e evitam de estar em locais onde há a presença de militares.

Fax Aju