Escolas particulares terão aumento de 5% na mensalidade

Os pais e alunos devem estar atentos a partir do próximo mês para o reajuste no preço da mensalidade das escolas particulares. De acordo com o presidente da Federação dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado de Sergipe (Fenen/SE), José Joaquim Macedo, as escolas devem ter um reajuste médio de 5%.

Segundo ele, o valor do aumento vai depender de cada instituição, já que a própria escola avaliará se há ou não a necessidade de reajustar este valor. “Cada escola é autônoma, tem o direito de fazer a sua planilha, e dependendo do que ela encontra em sua planilha ela pode reajustar. Se ver que não precisa, pode também ficar congelado o valor”, explica.

O presidente explica que a Lei Federal 9.870 assegura o reajuste por parte das instituições, e segundo ele, esses aumentos acontecem por conta da inflação. “Os reajustes existem e todo mundo vê, aumenta a passagem, aumenta tudo”, declara.

Inadimplência nas escolas

Conforme o presidente, atualmente existem 700 escolas particulares em atividade em Sergipe, sendo que 350 delas localizadas em Aracaju. De acordo com ele, um dos problemas mais apresentados por elas é a questão da inadimplência, em algumas delas as dívidas chegam a atingir 40%, e para evitar que isso ocorra, é necessário que a escola faça um filtro. “Quanto mais filtro a escola fizer com essas pessoas na hora da matrícula melhor será para diminuir o índice de inadimplência”, afirma.

Ele alerta ainda que as pessoas precisam verificar se o valor das mensalidades cabem no orçamento da família para não ficar inadimplente com as instituições. “Existe a escola pública, não justifica você estar em uma escola sem poder pagar”, declara.

Infonet