Riachão do Dantas: Família acredita que imagem encontrada em tijolo é de Nossa Senhora

Uma imagem que se assemelha a Nossa Senhora encontrada na parede de uma residência do município de Riachão do Dantas, tem chamada a atenção de curiosos de várias partes do estado. Os proprietários da casa, o pedreiro João Bosco Santana, 35 anos, e a lavradora Mariana dos Santos, 24 anos, acreditam que seja um sinal de Mãe de Jesus.

“Sou católico e mesmo sem frequentar muito a igreja, faço minhas orações em casa com minha família. Acredito que seja sim um sinal de Nossa Senhora, porque o mundo anda de cabeça para baixo. É uma forma dela se manifestar”, afirma o pedreiro.

“Alguma coisa ela deve ter vindo para dizer a nossa família. A gente se emociona e observa de perto que parece muito com Nossa Senhora. Ela é muito bem vinda a minha casa. Estou muito feliz”, conta a lavradora.

Segundo a família, a imagem apareceu no dia 17 de dezembro, quando uma vizinha percebeu a formação na parede de tijolos, que fica na área da frente da residência. “Só na tarde da segunda-feira (18) é que a gente conseguiu perceber que a mancha se assemelhava a santa”, conta.

Peregrinação

Desde que o sinal apareceu na casa, fotos se espalharam pelas redes sociais e pessoas de várias partes do estado têm frequentado a residência para observar o suposto fenômeno. “Estamos orando, rezado o terço, para ver se ela ilumina os passos da nossa família”, disse dona Mariana.

“O padre pediu para gente evitar que as pessoas façam orações no local, acendam velas, porque não foi comprovado nenhum milagre, mas não temos como evitar. Elas chegam, pedem para ver e acabam rezando”, explica o pedreiro.

O G1 Sergipe conversou com o padre Paulo Cesar, da Paróquia Nossa Senhora do Amparo, de Riachão do Dantas. Ele disse que esteve no local e falou que é preciso ter cautela sobre o assunto. “Pedi para família se acalmar e observar como a mancha evolui. Se daqui a um mês o sinal não se apagar, vamos oferecer o caso a Diocese para tomar as devidas providências. A marca pode ter sido formada por um reflexo do sol no bloco, mas de fato lembra muito Nossa Senhora de Guadalupe, Santa Luzia”, explica o padre.

Por G1 SE, Aracaju