ELEIÇÕES: Definição de André e Eduardo pode ficar para depois do Carnaval

Estamos na metade do mês em que o deputado federal André Moura (PSC) espera definir a sua e a posição do senador Eduardo Amorim (PSDB) sobre formação da chapa majoritária para as eleições de outubro.

Embora seja o "dono" das emendas federais para os municípios, André não quer desagradar Eduardo e será candidato ao Senado se o senador decidir disputar o governo.

A declaração de André, exibida na última quinta-feira pelo Jornal do Estado, da TV Atalaia, pode também ser a sinalização de que a definição não caberá apenas aos dois: caberá ao grupo de oposição que ele integra, junto com o senador Eduardo Amorim e quase uma dezena de partidos, decidir os nomes através dos quais pretenda concorrer ao Governo de Sergipe e ao Senado no pleito de outubro. A decisão deve ocorrer ainda em janeiro. Ele também afirmou que, caso o entendimento seja de que o seu nome possa contribuir com o processo – neste sentido, com uma candidatura à cadeira de governador –, vai encarar o desafio.

A definição pode ficar para depois do Carnaval.

NE Noticias