Ex-técnico acusa presidente do Estanciano de facilitar corrupção de R$ 30 mil para a perda de 2 jogos

O ex-treinador do Sub-20 do Estanciano Ricardo Pereira acusa o presidente do clube, Sidney Araújo, de ter levado para conversar com ele dois indivíduos que lhe ofereceram R$ 30 mil para levar o time à derrota nas partidas seguintes pela Copa São Paulo.

Segundo Ricardo, o encontro com integrantes da máfia das apostas ocorreu antes da segunda rodada, quando decidiu afastar-se do clube.

Ainda de acordo com ele, a dupla ofereceu inicialmente R$ 7 mil mais passagem aérea de volta a Sergipe no final da competição.

Ricardo conta que assim que os indivíduos foram embora, convencidos de que a proposta não seria aceita, o presidente estanciano o cumprimentou parabenizando pela recusa. "Eu disse a eles que você não é disso", teria dito Sidney.

Ricardo diz que comunicou tudo aos jogadores e pediu para deixar o time.

NE Noticias