Federação Sergipana emite nota explicando situação do Amadense

Durante a manhã deste sábado, o o presidente do Amadense confirmou que o time não vai entrar em campo e perderá por W.O. para o Boca Júnior neste domingo. A partida está marcada para o estádio Brejeirão, em Tobias Barreto, às 15h35.

Até houve a possibilidade de o jogo ser adiado. Segundo Lolô, o presidente da Federação Sergipana de Futebol reuniu representantes dos dois clubes na última sexta à tarde, mas o adversário não aceitou. O presidente do Leão do Rio Real falou também que vai colocar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na justiça pelo atraso que, segundo ele, prejudicou a estreia da equipe de Tobias Barreto no estadual 2018. Apesar disso, em nenhum momento Lolô disse que a culpa era da Federação Sergipana de Futebol (FSF), apenas da CBF.

No início da tarde deste sábado, a assessoria de comunicação da FSF emitiu uma nota explicando a situação do Amadense e relatou o porquê de ter acontecido o problema que atrasou o registro dos atletas no BID da CBF.

- A assessoria de comunicação da Federação Sergipana de Futebol, informa aos companheiros da imprensa sergipana, o que realmente aconteceu sobre os contratos dos atletas do Amadense: 1 - A taxa de licenciamento anual da CBF de 2017 a data limite para o pagamento era 05/01/2018; 2 - A diretoria do Amadense gerou o boleto bancário no mês de dezembro/2017; 3 - Gerou um novo boleto, o que automaticamente cancela o primeiro boleto; 4 - No dia 05/01/2018, já fora do expediente bancário, a diretoria do Amadense, pagou via internet do Banco Itaú, utilizando o primeiro boleto, que estava cancelado, pelo motivo que expliquei acima, quando devia ter pago o segundo boleto, pois o primeiro boleto o sistema não reconhece pois ele está cancelado; 5 - Por esse motivo o Sistema de Registros da CBF não foi liberado, e aí o Amadense teria que pagar as taxas individuais de cada contrato dos atletas, da CBF, FSF e da Federação dos Atletas Profissionais, o que não foi pago; 6 - Por tanto a culpa não foi da CBF, muito menos da FSF - informou o assessor de comunicação da FSF, Reginaldo Goveia.

Globo Esporte / SE