PM registra três roubos de veículos em Sergipe nas últimas 24 horas

Nesta quarta-feira (3), a Polícia Militar (PM) registrou três roubos de veículos em Sergipe, todos com os assaltantes utilizando armas de fogo para abordar suas vítimas. Dois dos casos aconteceram em Nossa Senhora do Socorro, na Grande Aracaju; o outro, na zona Norte da capital, no bairro Industrial, envolvendo um motoboy.

Estão cada vez mais comuns assaltos a pessoas na porta de suas casas. Em Socorro, no loteamento Santo Inácio, enquanto a vítima saia com seu carro para ir à igreja, dois indivíduos numa moto vermelha o abordaram e, com uma arma de fogo, ordenaram que a esposa da vítima ensinasse um deles a conduzir o veículo, já que se tratava de um carro automático.Após a instrução, os criminosos permitiram que ela retirasse os bens do carro, I/CHEV TRACKER LTZ, placa QMB-2125, cor branca, com exceção do celular. 

Nervosa, a mulher esqueceu a carteira do marido com todos os documentos, inclusive a documentação do carro.No mesmo município e em horários similar, 18h10, uma nova vítima teve o carro levado quando chegava do trabalho. 

O homem foi abordado por três indivíduos, em duas motos: uma 300, de cor vermelha; e outra, CG, cor preta. Um dos indivíduos portando uma pistola ordenou que a vítima entregasse sua moto Honda CG 150 TITAN EX, placa OES-0257, ano 2012, modelo 2013, de cor preta. Testemunhas afirmam que os assaltantes dobraram a placa da moto em que eles estavam para dificultar a visão dos dados.

O último caso aconteceu no bairro Industrial, quando um motoboy perdeu seu veículo de trabalho após levar um suposto passageiro até um determinado local, onde foi abordado por um comparsa que rendeu o trabalhador com uma arma e levou sua moto JTA/Suzuki Intruder 125, modelo 2015/2016, de cor branca e placa QKY-2633, além de um celular Samsung j1 preto e um capacete preto. 

Os criminosos fugiram em direção ao Hospital Universitário.Até o momento nenhum veículo foi recuperado, a polícia investiga os casos e conta com a ajuda da população por meio do Disque Denúncia, 181, de forma anônima.

F5 News