Segurança para julgamento de Lula terá 150 câmeras, bloqueio aéreo e atiradores de elite

Com a segurança reforçada, o julgamento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na quarta-feira (24), terá atiradores de elite, cerca de 150 câmeras e bloqueio aéreo no perímetro de isolamento no entorno do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, na área central de Porto Alegre. Segundo o G1, haverá também segurança naval, pelas águas do Guaíba, perto da orla.

De acordo com a publicação, o perímetro de segurança abrange as avenidas Augusto de Carvalho, Loureiro da Silva e Edvaldo Pereira Paiva. Nestes locais, só entrarão pessoas credenciadas a partir do início do bloqueio e todos terão de se identificar. 

Não foi divulgado o custo da operação de segurança e o efetivo envolvido. O secretário Cezar Schirmer explicou que o esquema contará com policiais militares, sendo que alguns foram deslocados do interior e do Litoral Norte para reforço.