Sergipe tem hoje 22 mil dependentes de crack e 88 mil de cocaína, diz Deputado

O deputado estadual capitão Samuel Barreto (PSL), presidente da Comissão de Segurança Pública na Assembleia Legislativa, usou as redes sociais no último sábado (13) para informar que o estado de Sergipe tem hoje cerca de 22 mil dependente de crack, 88 mil de cocaína e outras drogas.

Samuel afirma que há um projeto para Sergipe integrar de forma transversal todas as Políticas Públicas relacionada a prevenção à violência e as drogas, municípios, estado e sociedade civil de forma integrada. “Que Deus abençoe todas as autoridades deste estado, oposição e situação, as comunidades e todos que entrem na luta contra este mal que está atingindo a todos,ricos e pobres” disse o parlamentar.

O projeto de Samuel Barreto mostra as despesas que um dependente químico produz ao estado. “O Custo de um Dependente químico em centros terapêuticos é 20% do valor de um Detendo no Presídio, ou seja, cinco mil reais por mês. Sabemos que o viciado é um futuro detento, traficante ou outros delitos em função do vício”, explicou o deputado.

Samuel vai mais além e diz que “famílias sergipanas estão sofrendo com a influência das drogas de muitas de formas, direta, quanto tem um dependente dentro da família, outras de forma indireta, são vítimas das ações de outros para manter o vício”.

Ao final, o deputado Samuel explicou que uma pesquisa realizada por uma Universidade de São Paulo, mostrou que Sergipe tem hoje 22 mil dependente de crack e 88 mil de cocaína e outras drogas, como álcool, o que significa cerca de 5% da população.

Por conta desses números, Samuel Barreto diz que na próxima segunda feira (15), às 10 horas, haverá uma reunião com o Governo do Estado através da Seids e contará com a presença do Secretário de Inclusão, Zezinho Sobral, quando deverá ser finalizado o maior projeto de Prevenção e acolhimento as Drogas de Sergipe.

Munir Darrage