'Bruxa' diz que mulheres devem beber sangue menstrual para melhorar saúde

Ela é chamada de "bruxa". Ela é chamada de "curandeira". Mas Nadine Lee prefere ser chamada de "alquimista tântrica". A australiana radicada em Bali (Indonésia) vem causando furor ao pregar que as mulheres devem beber o seu próprio sangue menstrual para melhorar os seus níveis de energia e, consequentemente, dar um impulso na saúde, incluindo a sexual.

Nadine, de 30 anos, refere-se ao fluido mensal feminino como "mágica menstruação". "Beber o seu sangue pode ser uma forma para a mulher clarear o seu caminho e se energizar ao despertar o seu centro espiritual", disse ela, segundo reportagem do "Sun".

"Trata-se de se conectar com os ritmos do corpo e usá-los para ampliar a sua vida. (O sangue menstrual) pode ser usado para alavancar relacionamentos, carreira e espiritualidade", acrescentou ela. Inspirada na tradição xamã de magia, Nadine diz acreditar que "o sangue menstrual é como o sêmen para o homem, uma força vital". Além da terapia sanguínea, a australiana também ensina, em palestras em vários países, que as mulheres devem passar algum tempo vivendo como animais na mata.

O Globo