Acusado de assassinar jovem em Umbaúba está preso

O homem identificado como Edvaldo Vieira da Silva, que confessou ter assassinado a tiros o jovem Manoel Silva Batista, em Umbaúba, deverá ser indiciado pela Polícia Civil por homicídio qualificado. Ele teve a prisão preventiva decretada e está preso na Delegacia do município.

O delegado Paulo Cristiano considera as investigações concluídas, mas revelou que tem até o dia 10 para concluir o inquérito e remeter o caso ao Tribunal de Justiça. “Ele será indiciado por homicídio qualificado, cuja pena varia de 12 a 30 anos”, explica o delegado.

O homicídio ocorreu no dia 19 de fevereiro, em uma praça do povoado Guararema, em Umbaúba. Edvaldo Vieira chegou de moto e atirou no estudante Manoel Silva Batista. O autor do crime fugiu para Cristinápolis, mas se apresentou à Polícia Civil e confessou o crime no dia 21 de fevereiro. Ele alegou que a rixa com o jovem começou após o roubo de fios de uma fazenda na qual ele trabalhava como caseiro. Na ocasião, Edvaldo ficou em liberdade porque não houve flagrante. Atualmente, ele está preso graças a um mandando de prisão preventiva.

Por: Infonet