Funcionários dos Correios em Sergipe não aderem à greve nacional

Os funcionários dos Correios de Sergipe decidiram não aderir à greve nacional da categoria que começou na noite do último domingo (11) em 22 estados e no Distrito Federal. Segundo a assessoria de comunicação dos Correios em Sergipe, as 85 agências próprias no estado estão abertas e funcionando normalmente.

Como a greve é por tempo indeterminado, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) dá algumas dicas sobre as alternativas e direitos dos consumidores que dependem dos serviços da estatal:

Contas

Se o prazo de vencimento está chegando e o consumidor ainda não recebeu o boleto de pagamento, ele pode entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da empresa emissora e solicitar a 2ª via do boleto por e-mail ou fax, depósito bancário ou código de barra para pagamento em caixa eletrônico.

O Idec ressalta que, caso a empresa não envie uma forma alternativa de pagamento, a dívida não poderá ser cobrada com juros e multa.

Serviços de entrega (Sedex)

Em caso de atraso na entrega, o consumidor pode pedir o ressarcimento ou abatimento no valor. A reclamação deve ser feita no Procon. Ele poderá exigir em Juizado Especial Cível indenização para ressarcimento de eventual prejuízo moral ou financeiro.

Por: CINFORM