Maioria no STJ vota contra habeas corpus preventivo para Lula

Três dos cinco ministros negaram o habeas corpus do candidato Luís Inácio Lula da Silva. Até o momento, os ministros Felix Fischer, Jorge Mussi e Reynaldo Soares da Fonseca já votaram para rejeitando o pedido. Restam agora os votos dos ministros Ribeiros Dantas e Joel Ilan Paciornik.

Lula aguarda o julgamento de um outro recurso, apresentado ao próprio Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), que o condenou há 12 anos e um mês de prisão em regime fechado, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá (SP).

Segundo o acórdão do TRF4, a rejeição do pedido deve determinar o cumprimento antecipado da pena, isto é, a prisão do ex-presidente. Justamente o que o habeas corpus julgado nesta terça pretende evitar.

Mesmo com a maioria dos votos contra a concessão do habeas corpus, o resultado só será oficial só será divulgado ao final do julgamento.