Sergipe tem cerca de 600 mil consumidores inadimplentes

O volume de consumidores negativados em Sergipe começou o ano na casa das 600 mil pessoas, aponta estimativa elaborada pelo Serasa Experian com base em dados de todos os participantes do setor de proteção ao crédito. 

Em Aracaju, conforme levantamento da Confederação Nacional do Comércio (CNC), são quase 30 mil famílias em condição de inadimplência, refletindo as dificuldades impostas pelo desemprego elevado.

O número de famílias aracajuanas em condição de endividamento, isto é, aquelas que possuem algum compromisso para pagar, aumentou no segundo mês de 2018. Segundo a pesquisa da CNC, o percentual cresceu 1% em relação a janeiro deste ano, fechando o mês com 67,8% de famílias da capital sergipana com algum tipo de dívida, totalizando 132.020 famílias nessa condição.

Atualmente em Aracaju, existem 60.895 famílias endividadas que possuem algum tipo de conta em atraso, o número é 3,8% maior que em janeiro, que apresentou 53.569 famílias com alguma conta atrasada.

O grande vilão do consumidor aracajuano continua sendo o cartão de crédito, apontado como responsável por 81,8% das dívidas, seguido pelo crédito pessoal com 34,6%, crédito consignado que atingiu 14,5%, carnês, financiamento de carro e imobiliário, juntamente com outras dívidas, perfazem o total de endividamento das famílias da capital sergipana.

Para ajudar pessoas nessa condição, até essa sexta-feira (9) um caminhão com serviços do Serasa estará disponível para consulta dos consumidores na praça Fausto Cardoso, em Aracaju. O atendimento gratuito é feito das 8h às 18h.Para ser atendido, basta levar documento com foto e CPF. 

O cidadão pode fazer sua autoconsulta de CPF, conhecer sua pontuação de crédito, com o SerasaScore, abrir o Cadastro Positivo, fazer alerta de documentos extraviados e receber orientações para regularização de pendências financeiras e renegociação de dívidas atrasadas.

Por: F5 News