Sobre o que disse de Déda, Jackson Diz que “Cometi um erro e peço desculpas”

Continua repercutindo as declarações feitas pelo governador Jackson Barreto que durante uma entrevista afirmou que “os recursos do Proinveste foram usados de forma indevida”.

A declaração do governador provocou muitas respostas, inclusive da viúva de Marcelo Déda que informou que “depois da semana santa vou pronunciar sobre o assunto”. A oposição também não perdeu tempo e fez duras críticas, inclusive o senador Antonio Carlos Valadares diz que vai querer que o caso seja investigado.

Na manhã deste sábado (31), circulou uma nota emitida por Jackson Barreto onde ele pede desculpar e diz que cometeu um ato falho. “Quero esclarecer um ato falho que cometi na entrevista que concedi esta semana ao radialista Gilmar Carvalho, onde expus erroneamente uma questão sobre o Proinvest que na verdade não houve. Quero ficar em paz com minha consciência e pedir desculpas a todos, admiradores, amigos, a Eliane Aquino e familiares de Marcelo Déda, pessoa pela qual sempre tive o maior carinho e apreço”.

A nota continua e o governador afirma que “nunca tive a intenção de ferir sua memória. Ao contrário, todos os meus gestos foram sempre no sentido no exaltá-lo. Na própria entrevista, e em todas minhas falas sobre Déda, sempre deixei claro minha admiração pela sua trajetória pautada na competência e na ética. Os recursos do Proinveste foram aplicados ao longo do meu governo em obras que foram realizadas em vários municípios e outras ainda em andamento”.

Ao final, o governador Jackson Barreto afirma que já prestou contas à CEF e que o programa que existia à época. era o Sergipe Infraestrutura. “Já prestamos contas à Caixa Econômica Federal da primeira parcela, que aprovou a prestação de contas, e já estamos aptos a acessar a segunda parcela dos recursos, para realizar mais obras. O programa que já existia na verdade era o “Sergipe Infraestrutura” que já tiveram seus recursos aplicados, sua prestação de contas finalizada e aprovada”, e finaliza dizendo que “cometi um erro e peço desculpas”, concluiu o governador.

Por: Munir Darrage / Fax Aju