“Eu merecia uma pisa se continuasse com Jackson Barreto”, afirma Sukita

Em entrevista ao radialista George Magalhães na manhã desta segunda-feira, 16, o ex-prefeito de Capela (SE), Manoel Sukita, afirmou que estará no grupo de oposição na disputa eleitoral deste ano. “Serei o cabo eleitoral número 01 do pré-candidato a governador Eduardo Amorim”, destacou.

Sukita disse que sua vida política por pouco não foi destruída pelo seu antigo grupo, liderado pelo ex-governador Jackson Barreto (MDB), e que isso motivou a decisão de migrar para oposição. “Eu merecia uma pisa se eu continuasse com JB, depois de tudo que fizeram contra mim. Jackson me tirou o partido. Quando Ezequiel Leite, ex-prefeito de Capela, me processou e os Valadares falsificaram minha assinatura como se eu tivesse renunciado ao meu mandato, Jackson e o seu grupo não moveu uma palha para me ajudar, eu fui até preso”, pontuou.

Questionado sobre as críticas feitas em 2014 ao grupo de oposição, liderado pelo deputado federal André Moura (PSC) e o senador Eduardo Amorim (PSDB), Sukita disse que na época era liderado por Jackson Barreto e precisava tomar tal atitude, mas que hoje os fatos mostram que ele estava errado. Na oportunidade, Sukita acusou André e Amorim de formação de quadrilha.

Confiante, Sukita disse acreditar que a mudança de bloco, não vai atrapalhar sua disputa eleitoral.

Por: FAN F1