Governo de Sergipe publica nessa terça editais para 661 vagas na rede estadual

O governador Jackson Barreto anunciará nessa terça-feira (03) o lançamento dos editais para realização de concursos públicos para Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Agentes Penitenciários e Gestores Públicos. 

O evento acontecerá às 8h, durante solenidade realizada na Sala de Situação do Palácio de Despachos, no 3º andar.Serão ofertadas 661 novas vagas na rede pública estadual, sendo 300 vagas para soldado da Polícia Militar e 30 para aspirante; 200 vagas para soldado Bombeiro e 12 para aspirante; 100 vagas para Guarda Prisional; e 19 vagas para Gestor Público.

Para soldado da PM, será exigido o nível médio e, para aspirante, ser bacharel em Direito. Para bombeiro, a exigência é de nível médio para soldado e de nível superior em qualquer área para aspirante. Já para guarda prisional, o interessado precisará apenas ter o nível médio e para gestor público ter qualquer formação superior.

O salário inicial dos aprovados no concurso de soldado da PM e Bombeiros será de R$ 3.370,00 e o de aspirante será de R$ 9.236,39; o salário do agente penitenciário corresponderá a R$ 1.500,00; e o de gestor público R$ 7.714,29.Para o concurso da Polícia Militar e Bombeiros haverá uma quota de 20% para mulheres. Já para guarda prisional, 75 vagas serão para homens e 25 para mulheres. 

Em todos os concursos haverá quota de 10% para afrodescendentes.As provas dos quatro concursos ocorrerão em dias diferentes, sendo 60 dias após a publicação dos editais. As contratações dos aprovados acontecerão em 2019, em razão das várias fases dos concursos. 

Após a prova objetiva, haverá, em outras datas, exame psicológico, Teste de Aptidão Física (TAF), investigação social e no caso do concurso para gestor e guarda prisional ocorrerá ainda prova de título e curso de formação.

Para o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Rosman Pereira, a realização desses concursos é de extrema importância por colocar no serviço público estadual centenas de pessoas nesse momento de crise econômica que assola o país e pelos serviços que os aprovados prestarão à população.

Rosman destaca o concurso para a PM nesse momento de crescimento da violência no país e que alguns militares estão indo para a reserva em Sergipe. “Haverá uma oxigenação na polícia”, avalia o secretário, que destaca ainda a importância do concurso para Bombeiros, que também está com seu quadro defasado, e para agente prisional, cujo o único concurso foi em 2002, exatamente há 16 anos.

Fonte: Agência Sergipe