Sergipe faz 7,8 mil trocas de operadora de telefonia no primeiro trimestre

No primeiro trimestre de 2018, o estado de Sergipe fez 7,8 mil migrações, sendo 1,81 mil (23%) na telefonia fixa e 6,03 mil (77%) na móvel. No Brasil são mais de 1,5 milhão de migrações entre operadoras de telefonia fixa e móvel registradas no balanço da Associação Brasileira de Recursos em Telecomunicações (ABR Telecom).

Segundo a entidade que administradora a portabilidade numérica no país, desde que a portabilidade numérica foi implantada em 19 de janeiro de 2009, Sergipe fez 185,26 mil transferências de operadoras, 65,25 mil (35%) na telefonia fixa e 120 mil (65%) na móvel.

No Brasil, entre 1º de janeiro e 31 de março de 2018, 362,19 mil (23%) usuários de telefonia fixa migraram de operadora, enquanto 1,18 milhão (77%) de números de telefones móveis também permaneceram inalterados, apesar das trocas de prestadora de serviços.

Em setembro de 2008, de forma gradativa nos 67 DDDs existentes, até o dia 31 de março de 2018, a ABR Telecom registra a realização de 42,37 milhões de transferências entre as operadoras. Dessas, 14,51 milhões (34%) foram trocas entre empresas de telefonia fixa e 27,85 milhões (66%) no serviço móvel.

A portabilidade numérica é o serviço que possibilita aos usuários de telefonia fixa e móvel a realização de transferências de operadoras de telefonia sem alteração do número de identificação do telefone, desde que dentro do mesmo serviço - móvel para móvel ou fixo para fixo - e na área de cobertura do mesmo DDD.

Por: G1/SE