Condutores do Samu paralisam atividades até sexta-feira

Desde às 7 horas desta última quarta-feira (9), os condutores de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Sergipe iniciaram uma paralisação que vai seguir até sexta-feira (11).

O Sindicato dos Condutores de Ambulância de Sergipe (Sindconam) informou que das 59 ambulâncias existentes, 18 vão ficar paradas até o final do protesto. A paralisação afeta o atendimento em 14 municípios do estado, de acordo com o sindicato.

A categoria quer chamar a atenção do Governo do Estado para três pontos, que preocupam os servidores. “Nossos salários não estão sendo pagos até o quinto dia útil e não temos reajuste salarial há mais de cinco anos. Outra situação que nos preocupa muito é o fim da Fundação Hospitalar de Saúde. Ainda não sabemos como vão ficar as coisas”, conta o presidente do sindicato, Robério Batista.

Por: G1/SE