CPI que investigava irregularidades em contrato da Prefeitura de Riachão do Dantas é suspensa após decisão judicial

A CPI que investigava possíveis irregularidades em um contrato entre a Prefeitura de Riachão do Dantas e uma empresa de transportes foi suspensa após decisão judicial.

Quatro vereadores da cidade de Riachão do Dantas (SE) ingressaram com um mandado de segurança na comarca da cidade pedindo a suspensão de uma CPI, que estava sendo realizada pela casa alegando, que haviam irregularidades na instalação e funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades em um contrato entre a prefeitura e uma empresa de transportes.

O juiz Anderson Clei Santos acatou o mandado de segurança com pedido de liminar por ter identificado irregularidades na instalação da CPI e suspendeu todos os trabalhos da comissão.

Segundo o assessor jurídico da câmara de vereadores da cidade, Eduardo Souza Santos, uma das irregularidades seria a quantidade de membros, que são sete, enquanto a Câmara Municipal de Vereadores tem ao todo 11 vereadores, sendo sete da oposição e quatro da situação. Outro motivo seria por conta de uma ata de reunião da CPI registrada com data errada. Ainda de acordo com o assessor, a casa decidiu extinguir a CPI e vai corrigir o que foi apontado pelo magistrado.

Por: G1/SE