Desemprego em Sergipe atinge marca histórica, diz IBGE

Sergipe registrou o maior índice de pessoas desempregadas no primeiro semestre de 2018. A informação é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O estado registrou uma taxa de desocupação, também chamada de taxa de desemprego, de 17,1% das pessoas em Sergipe. O valor é o mais alto da série histórica do levantamento, que teve início no primeiro trimestre de 2012. A taxa cresceu 3,6% entre o último trimestre de 2017 e o primeiro trimestre de 2018.

A taxa de desemprego hoje é quase duas vezes maior do que a registrada no primeiro e terceiro trimestres de 2015, quando o indicador registrou o valor mais baixo da série histórica (8,6%, em ambos os casos). Ela também interrompe uma série de três trimestres consecutivos de queda no desemprego, já que a taxa vinha caindo desde a passagem do primeiro para o segundo trimestre do ano passado.

Segundo dados do IBGE, Sergipe está entre os cinco estados com maior percentual de população em situação de desemprego no primeiro trimestre de 2018. Amapá (21,5%), Bahia (17,9%), Alagoas (17,7%) e Pernambuco (17,7%), encabeçam a lista. Entre as Regiões Metropolitanas, a região de Aracaju (19,8%) está entre as três regiões com as maiores taxas.

Por: G1/SE