Jovem de 17 anos é morta por não conseguir desbloquear celular para assaltantes

Uma menina alegre, prestativa e de bom coração". As palavras são de um amigo de Soraia Macedo de Lemos, de 17 anos. Estudante do último ano do ensino médio, a jovem não resistiu aos ferimentos depois de ser baleada na cabeça, num assalto na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, na noite de terça-feira (15). 

Após pegarem o aparelho de Soraia, um iPhone, eles teriam ficado irritados por não conseguirem desbloquear o aparelho. Um deles, então, atirou na cabeça da jovem. Ela chegou a ser socorrida e levada para o Hospital municipal Evandro Freire, no mesmo bairro, mas morreu na unidade. Aos amigos e parentes da vítima, ficou a tristeza e a perplexidade deixadas pelo assassinato. Homenagens também foram postadas nas redes sociais.

Por: O Globo