PT pediu 50 milhões de dólares em propina, diz executivo da Odebrecht

Os emails internos trocados entre executivos da Odebrecht mostram os acertos dos valores pagos em propina para integrantes do PT. As mensagens foram entregues à Lava Jato pelo ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht depois que deixou a prisão em dezembro do ano passado. 

De acordo com informações publicadas nesta quarta-feira (2) pelo jornal O Estado de S. Paulo, o PT queria US$ 50 milhões em propina da empresa. A informação consta na denúncia apresentada pela procuradora-geral, Raquel Dodge, ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo, e a presidente do partido, Gleisi Hoffmann. Os valores teriam sido acertados em 2009 e teriam como contrapartida intervenção do governo no BNDES para beneficiar a construtora.

Segundo a procuradora, os US$ 40 milhões da Odebrecht foram repassados ao PT ‘para que o então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e seu ministro do Planejamento, Gestão e Orçamento, Paulo Bernardo, além de outros integrantes da cúpula do Partido dos Trabalhadores, à época o partido governante do país, satisfizessem com decisões políticas os interesses econômicos do grupo Odebrecht, entre eles um aumento na linha de crédito no BNDES entre Brasil e Angola para financiar exportação de bens e serviços entre os dois países’.

Em conversas realizadas no mês de março de 2009, Marcelo Odebrecht, Luiz Mameri e Ernesto Sá falam sobre os valores acertados. Diz Odebrecht: “Acabei de estar com o italiano [Palocci]. Ele vai estar com PB [Paulo Bernardo] na 4ª cedo para reforçar. Lembrei a ele que precisam fechar o valor (acho que vao pedir entre 40 e 50) a ser incluído nos nossos contratos. Eu disse que uma expectativa razoável eh de aprovar 500 agora e mais algo daqui a uns 6 meses”.

Depois, Mameri responde: “Ele disse que acordaram 50 (pareceu-me que era para ver se colava). Quando eu disse que não, que estivemos com AM depois das conversas e que o homem nos passou 40, reagiu: “ok, vamos deixar pelos 40 e mais a frente eu converso com eles para considerarem 50”.

Por: Bocão News