Sergipe registra 261 casos de sífilis

Até o início do mês de maio foram registrados em Sergipe 185 casos de sífilis em gestantes e 76 em bebês, a chamada sífilis congênita. Número, que no ano passado chegou a 477 em gestantes e 318 em bebês. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

O infectologista da secretaria, Marco Aurélio, lembra que o Brasil enfrenta uma epidemia de sífilis, e que por isso a população precisa redobrar a atenção para evitar o contágio. Ele explica que a doença é assintomática e os casos vêm aumentando desde 2007.

“De maneira geral, a população não tem priorizado o uso do preservativo nas relações sexuais e que muitas gestantes não têm feito o teste rápido da sífilis durante o pré-natal na Atenção Primária, o que tem ocasionado também o crescimento da sífilis congênita”, aponta.

Dos casos registrados este ano em Sergipe, foram notificados em Aracaju 42 casos de sífilis em gestantes e dez congênita. No município de Nossa Senhora do Socorro, foram 29 e 15, respectivamente. Para o Ministério da Saúde, estes municípios têm prioridade na atenção à doençauro e a má formação do feto”, explica.

Dos casos registrados este ano em Sergipe, foram notificados em Aracaju 42 casos de sífilis em gestantes e dez congênita. No município de Nossa Senhora do Socorro, foram 29 e 15, respectivamente. Para o Ministério da Saúde, estes municípios têm prioridade na atenção à doença.

Por: G1/SE