Simaria fala de tuberculose: 'não podia pegar meu filho no colo'

Afastada dos palcos desde abril, quando descobriu uma tuberculose ganglionar, a cantora Simaria deu uma entrevista ao Fantástico no domingo (27) e falou sobre as dificuldades vividas quando recebeu o diagnóstico e como pretende levar a vida. "Peso 50 quilos e eu caí pra 42. Eu não podia pegar meu filho no colo porque eu não tinha forças. Ele tem 2 anos e meio e ficava pedindo pra mamar", falou emocionada. 

O infectologista David Uip, responsável pelos cuidados com Simaria, afirmou que a doença se manifestou por causa dos excessos cometidos pela artista. "Pra mim está muito claro: ela se excedeu. Fez show demais, cantou demais, viajou demais, comeu de menos", informou. A artista, que já teve um tipo de tuberculose há três anos falou sobre o tipo de vida que levava."Desde os meus 14 anos até 35 anos eu trabalhei igual um burro de carga. Já cheguei a fazer três shows em uma noite. Quem tem vida assim? Isso é vida? Não quero mais fazer 30 shows por mês. (...) Eu dormia três horas por noite. Mas o que mais mata a pessoa é a distância de um lugar para o outro. Porque é nessa distância que você não tem o que comer e eu acabava comendo sanduíche, porcaria no final do show.

Simone, irmã de Simaria, também participou da entrevista e falou sobre os desafio de encarar o palco sozinha. "É muito difícil faltar um pedaço seu ali no palco", revelou.

Ainda na entrevista, em que revelou o medo de morrer, Simaria disse que deve voltar aos palcos em julho ou agosto, quando tiver concluído o tratamento.