.

Em nome do jogo político, pré-candidato lança-se em busca de suposto "espólio" de Zezinho Guimarães

Como já disse um velho político sergipano, "política é a arte do diabo".

Na próxima quinta-feira, 21, embora ainda não tenha confirmado em sua página oficial, o Tribunal Superior Eleitoral poderá retomar o julgamento de 22 recursos de deputados e ex-deputados de Sergipe no caso das subvenções da Assembleia Legislativa.

Semana passada, o ministro relator, Luis Fux, adiantou seu voto pela cassação de mandato de vários condenados no TRE de Sergipe. Entre eles, o deputado Zezinho Guimarães (MDB).

Na noite da última quarta-feira, 13, NE Notícias flagrou, embora ainda sem instrumento de comprovação, pré-candidato que jamais teve assento na Assembleia conversando ao telefone com aliado de Zezinho tentando convencê-lo a não esperar o julgamento final do TSE e bandear-se para a sua campanha.

"Você não viu, não, ele está cassado", repetia o pré-candidato.

Não foi possível saber se outros argumentos foram apresentados.

Zezinho já deve ter sido cumprimentado muitas vezes por esse pré-candidato.

Por: NE Noticias