.

Em uma semana, SAMU recebe 7.576 chamadas sendo 1.070 trotes

Na última semana, 11 a 17, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebeu 7.576 chamadas telefônicas. Destas, 1.070 foram trotes, o equivalente a 15%, segundo estatística da Sala de Dados e Informações do Samu. A superintendente do Samu, Maria Lúcia Santos, é preciso que as pessoas tenham consciência da importância do serviço prestado pelo Samu antes de pegar o telefone e passar um trote. “Nossa missão é salvar vidas. Então, enquanto uma equipe se desloca para atender um trote, alguém, que de fato esteja precisando, pode ficar sem assistência”, enfatizou.

No período de 11 a 17, o Samu realizou 959 atendimentos, sendo que destes, 82 foram transferências interhospitalares.  A situação que liderou o número de atendimentos foram os acidentes com queda, que somaram 57 ocorrências.  Já as quedas de moto marcaram 44 casos e as colisões entre carro e moto pontuaram 22, conforme divulgação da Sala de Dados e Informação.

Para atender todas as demandas,  o Samu disponibilizou de Unidades de Suporte Básico (USB), que atenderam a 875 casos, e as Unidades de Suporte Avançado (USA), que realizaram 174 atendimentos.  De acordo com a superintendente do Samu, estas últimas são utilizadas nos casos mais graves, que pedem a presença do médico.