PSB lança pré-candidatura de Valadares Filho ao governo e anuncia Henri Clay para o Senado

Novos nomes com um passado limpo, vontade política e credibilidade para construir uma nova alternativa para Sergipe, em obediência aos valores da ética e do respeito ao dinheiro público. Partindo desta premissa, saíram as definições dos nomes do deputado federal Valadares Filho (PSB), pré-candidato ao governo do estado, e do advogado Henri Clay Andrade (PPL), pré-candidato ao Senado Federal. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (08/06), em uma Grande Plenária realizada na sede do Partido Socialista Brasileiro (PSB), em Aracaju.

“A apresentação da nossa pré-candidatura surgiu do anseio do povo de Sergipe que está cansado dos mesmos e demonstrou insatisfação com outros nomes já postos”, afirmou Valadares Filho e disse que o caminho escolhido é o mais difícil. “Alguns acreditam que, se eu fosse candidato à reeleição, seria bem mais fácil. Mas eu sou um homem de desafios, escolhi o caminho mais difícil e estou me colocando à disposição do povo de Sergipe”, completou.

O pré-candidato ao Senado, Henri Clay, fez questão de ressaltar a escolha do apoio a Valadares Filho. “Esse projeto de renovação política que junta pessoas limpas, de vida limpa e ficha limpa é o projeto que estamos dentro! Iremos de encontro ao povo, abrindo novos horizontes para Sergipe e para o Brasil caminhando com fé, força e firmeza, combatendo e denunciando a corrupção, sempre dando as costas a política que afunda nosso país”.

O senador Antonio Carlos Valadares (PSB) foi transparente ao declarar que não apoia candidato ficha-suja. “Não voto em candidato ficha suja! Não estamos aqui para passar bombril na alma de ninguém. Tem alguns candidatos que fazem de conta que nada aconteceu em nosso país, aparecem na mídia e não estão nem aí. Acham que o povo não está acompanhando o que aconteceu. É como se não tivesse acontecendo nada no Brasil pra essa gente”, contestou.

Ao final do discurso, Valadares Filho destacou que tem trabalhado para fazer alianças com pessoas de bem. “Nossa aliança vai ampliar não só na quantidade, mas na qualidade. A experiência política me fez amadurecer ainda mais e perceber que determinadas companhias tem que estar bem longe da gente! Nossa campanha vai ser ao lado do povo, aquele que tem medo de caminhar perto do povo e de ser constrangido não está aqui com a gente”.

PSB