Riachão corre risco de perder verba para construção de creche no Povoado Tanque Novo

Desde que enviou à Câmara Municipal o Projeto de Lei Orçamentaria para 2018 em meados de outubro de 2017, ou seja, ano passado, a prefeita de Riachão do Dantas, Gerana Costa vem pleitando a possibilidade de 80% de remanejamento  de dotações orçamentárias para que possa ser feita melhorias na cidade, mas os vereadores da oposição que possuem rixa politica e parecem esquecer que estão a serviço da população, têm se negando a aprovar  projetos essências para a comunidade, como a pleito feito pela prefeita, Gerana Costa, para a construção de uma creche no Povoado Tanque Novo.

Todos os anos anteriores, em que o Município esteve “parado no tempo”, a Câmara concedeu possibilidade de remanejar 80% do Orçamento. Para este ano, justamente quando o Município tem a possibilidade de conseguir quase 7 milhões em recursos federais, alguns recuperados por desídias passadas, graças a um esforço pessoal da Prefeita junto a deputados, senadores e Ministérios, recursos estes, que já estão sendo liberados, a exemplo daquele para construção de uma creche no povoado Tanque Novo, os vereadores aprovaram, quase como para “tirar sarro da população”, 1%, e em Março, após muita insistência da Prefeitura, aprovou mais 24%. 

A prefeita, Gerana Costa enviou ao  vereador Zé Cosme em ofício protocolado na Câmara de Vereadores , onde pleiteia o aumento do limite suplementar para a construção da creche do povoado Tanque Novo, é importante salientar que caso a Câmara não aprove o Projeto de Lei, que foi enviado pela segunda vez em 03 de maio deste ano até 15 de julho, próximo, terá que devolver 1.400.000, à União, correspondente ao recurso desta creche e essa verba será perdida e mais uma vez a população do Povoado Tanque Novo perderá a chance e o direito de ter um local de acolhimento para suas crianças.

Vale lembrar que o Povoado Tanque Novo em sua maioria é feita por lavradores, homens e mulheres que trabalham no campo, saem muito cedo de seus lares e precisam muito dessa creche para acolher suas crianças e poderem trabalhar com tranquilidade por sustento de sua família. 

Se por um lado os vereadores da oposição não parecem estar muito preocupados com a população, por outro demanda muita esperteza, solicitando, inacreditavelmente, que o Município abra mão de parte do miserável remanejamento concedido, para dar à Câmara para pagar serviço de consultoria e diárias para vereadores, além de requerer a publicação de  portarias de Nomeações e Exonerações de Funcionários da Câmara, que estão recebendo ilegalmente desde o mês de janeiro. 

É importante chamar a atenção para o fato que o presidente da Câmara de vereadores comete a mesma prática, objeto de impeachment em face da prefeita Gerana; denúncia recebida pelos mesmos. 

Importante ressaltar que no caso da prefeita, a mesma publicou o decreto de nomeação, tendo apenas um erro de digitação, já apurado pelas autoridades e sanado, conforme a lei.

Portal Lagartense