.

Ministério Público pedirá ao judiciário, que obrigue a Deso a cobrar apenas a taxa mínima em Tobias Barreto (SE)

De acordo com o promotor de justiça de Tobias Barreto, Dr. Paulo José, no programa do MP, na rádio xodó, na tarde desta terça-feira (17). O ministério público pedirá ao judiciário que a empresa Deso, seja obrigada a cobrar apenas a taxa mínima, até que normalize o abastecimento de água na cidade. Para o promotor, enquanto a Deso não provar que a água está própria para o consumo humano, a empresa não pode cobrar o preço cheio. O MP já está com a petição pronta, e será apresentada ao judiciário em uma audiência que ocorrerá em breve. 

A água fornecida pela Deso em Tobias Barreto, foi comprovada através de laudos que é imprópria para o consumo humano, as análises foram solicitadas pelo Ministério Público que cobra da empresa uma solução do problema.