.

Proprietário da rede Xodó de comunicações esclarece demissão de Larissa Rotay e Diógenes acionará a Justiça

Os bastidores do programa “Turma da Xodó” ganharam o noticiário das últimas horas, depois que veio à tona o fato da radialista Larissa Rotay, que apresenta o programa musical, ter se recusado a abrir os microfones para o colega do noticiário jornalístico. 

Durante o programa, estava acontecendo a inauguração do Mercado da Carne, na cidade de Tobias Barreto, obra esperada pela população e que, por isso, teve grande repercussão. Alheia a isso, Larissa não abriu mão do espaço e disse que abandonaria os estúdios caso o repórter insistisse. 

E assim ela fez. Mas não sem antes esbravejar nos corredores da emissora que não aceitava a interrupção. O áudio dela viralizou, inclusive. Toda essa ação de Larissa levou à sua demissão. 

Em entrevista à Luandê FM, Nelson Nascimento [dono da rede xodó] disse que a rádio é uma empresa comercial, que vive de informação e de negócios. Nelson também ressaltou que, apesar do sentimento de amizade por Diógenes, eles não costumam se falar com frequência, refutando, assim, a versão dela. 

Nelson afirmou que Larissa, infringiu as regras da empresa. “O repórter foi até o local para noticiar o fato, pediu abertura, porque é diretriz da empresa dar prioridade à informação em tempo real, e eu não vou mudar isso”, ressaltou. 

Diógenes Almeida preferiu não falar sobre o assunto, mas garantiu que tomará as medidas cabíveis, acionando na Justiça o Portal de Notícia, o autor da matéria e quem compartilhou.

Por: Gerliano Brito