Emergência: 15 municípios sergipanos são afetados pela estiagem

Em Sergipe, 15 municípios decretaram emergência decorrente da escassez de chuvas, conforme dados da Defesa Civil do Estado. Em quatro municípios, a situação de emergência ainda está pendente de homologação a ser feita pelo Governo Federal e apenas um não teve o pedido reconhecido pelo Governo do Estado. Onze com pedidos reconhecidos e homologados pelo Ministério da Integração Nacional.

O município de Poço Verde, a situação de emergência não foi reconhecida por nenhuma das duas esferas de poder. A gestão pediu a homologação do estado de emergência por um período de 120, iniciando no dia 24 de julho e encerrando no dia 21 de novembro deste ano, mas até o momento nem o Governo do Estado nem o Ministério da Integração Nacional fizeram a homologação deste pedido.

Em outros três municípios, apesar da situação de emergência ter sido homologada pelo Governo do Estado, o pedido ainda está em análise no Ministério da Integração Regional: Porto da Folha, que decretou emergência desde o dia 16 de julho deste ano por um período de 45 dias, até o dia 30 deste mês; Ribeirópolis, que aguarda pedido de homologação desde o dia 24 de julho para situação de emergência por um período de 180 dias, finalizando no dia 20 de janeiro do próximo ano; e em Nossa Senhora de Lourdes, com situação de emergência por um período de 180 dias, iniciando no dia 31 de julho e encerrando no dia 27 de janeiro de 2018.

Outros 11 municípios tiveram pedido de situação de emergência homologado pelos Governos Federal e Estadual e estão ainda neste estado em vigência: alguns iniciados em no mês de junho e outros no mês de julho. Os prazos de encerramento para a situação de emergência, conforme a Defesa Civil, variam entre o final deste mês e o mês de janeiro do próximo ano.

Relação dos municípios em situação de emergência reconhecida pelo Governo Federal

Canindé de São Francisco
Carira
Frei Paulo
Gararu
Monte Alegre de Sergipe
Nossa Senhora Aparecida

Fonte: Portal Infonet