Membro de grupo de WhatsApp é condenado por divulgar prints de conversa

O juiz da 4ª Vara Cível de Curitiba, Hamilton de Oliveira Macedo, condenou o ex-diretor do Coritiba Foot Ball Club por divulgar prints das conversas de grupo de WhatApp. Para o juiz, como as mensagens foram trocadas em grupo privado, elas não poderiam ter sido divulgadas.

De acordo com o Migalhas, um dos membros do grupo de futebol ajuizou ação contra o colega após ter exposto mensagens à impresa via aplicativo WhatsApp. Na ação, o autor alegou que o requerido, mesmo após sair do grupo, mantinha o histórico das conversas.

Na decisão, o juiz James Macedo entendeu que houve abuso do direito de informar pela forma como foram divulgados os fatos, atingindo a imagem pessoal e profissional dos autores.

O ex-diretor foi condenado e deve pagar R$ 5 mil, por danos morais, a cada um dos oito integrantes do grupo da conversa.

Fonte: Bahia Noticias