Nova carteira de motorista terá formato de cartão de crédito e outras mudanças

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) terá formado de cartão de crédito a partir de 2019, ou seja, sairá do papel-moeda para o plástico. A mudança tem como principal objetivo reduzir a incidência de fraudes do documento. O governo irá ainda editar uma medida provisória para aumentar o prazo de validade da carteira. As informações são da Folha de S.Paulo.

A nova CNH reunirá dados do motorista tanto na parte impressa quanto na parte digital. As informações poderão ser acessar através de smartphones com aplicativos desenvolvidos para os agentes de trânsito. 

Além disso, na proposta, que está sendo analisada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), os motoristas deverão fazer apenas exames médicos de cinco em cinco anos. Desta forma, não será mais necessária a burocracia para renovar o documento. 

A nova medida também propõe que a redução exigências pra renovação sejam válidas para todos os motoristas que tiverem até 55 anos. Após esta idade, será necessário renovar o documento a cada cinco anos e os exames médicos devem ser feito a cada dois anos e meio.  

A partir dos 70 anos, os procedimentos devem ser realizados anualmente. Desta forma, o motorista deverá economizar R$ 53 a cada cinco anos, o que corresponde a soma das taxas de emissão e de entrega em domicílio do documento.