Prefeitura realiza levantamento cadastral das famílias da zona urbana e rural para o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida em Tobias Barreto (SE)

A Prefeitura de Tobias Barreto, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão Orçamentária, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, está realizando levantamento cadastral das famílias da Zona rural e urbana que não tem moradia, para o Programa habitacional Minha Casa, Minha Vida no município de Tobias Barreto.

O cadastramento iniciou nesta quinta-feira, 09, das 8 às 12hs na Secretaria Municipal de Assistência Social com a concessão de 25 senhas, que serão entregues todos os dias de segunda a sexta-feira, até que todas as famílias que não possuem residência própria da zona rural e urbana sejam cadastradas. É importante que a população entenda que este cadastramento não tem data para terminar, por isso não serão necessárias longas horas de espera em filas para ser atendido, já que este serviço permanecerá até que todos sejam cadastrados.

Após este cadastramento a Prefeitura encaminhará para o Ministério da Cidade todo o levantamento realizado de todas as famílias que se cadastraram e foram entrevistadas e que possuem a real necessidade de ter uma casa para morar.

É importante ressaltar que o levantamento cadastral que está sendo realizado pela Prefeitura está com base na portaria n°367 de 07 de junho de 2018, no qual regulamenta o processo de seleção de propostas para participação do Programa Minha Casa, Minha Vida com a entrega da relação de beneficiários cadastrados para o Ministério da Cidade, que avaliará a real necessidade do Programa e assim reduzir o déficit habitacional no município. Assim que o município for aprovado no Programa, a Gestão estará dando início nos próximos procedimento exigidos.

A Gestão Confiança e Trabalho, entende que é com transparência que se faz uma gestão. É por isso que procura sempre esclarecer os fatos de forma ética e responsável, para que todos os munícipes entendam com clareza tudo que ocorre em sua administração.

Fonte: SECOM