PHS abre mão de candidatura de Edcity na Bahia

O PHS da Bahia pediu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) a exclusão da candidatura do cantor de pagode Edcity, que iria concorrer a deputado estadual na eleição deste ano. O motivo, conforme afirmou o presidente estadual do PHS ao BNews, Júnior Muniz, foi a impugnação da sua candidatura em 2016, quando tentou uma vaga na Câmara Municipal de Salvador. 

"Avaliamos que não valeria a pena tentar uma candidatura impugnada anteriormente, afinal já existe jurisprudência pela não prestação de contas e domicílio eleitoral e, consequentemente, não obteríamos sucesso", explicou, avaliando que os três candidatos que integram a coligação são satisfatórios.