PRF e BPRv intensificam fiscalizações para o segundo turno em Sergipe

O segundo turno do processo eleitoral deste ano será disputado no próximo domingo (28). Às vésperas do ato democrático, a partir desta sexta-feira (26), o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Sergipe já começam a atuar nas rodovias estaduais e federais, respectivamente.

O esquema de segurança no trânsito das rodovias estaduais, este ano, tem o objetivo de garantir maior fluxo aos condutores que irão votar no interior do estado ou na capital sergipana. Ao todo, 25 homens do BPRv estão escalados por dia, em sistema de revezamento, para atuar nas rodovias estaduais.

Segundo o major Deny Ricardo, comandante do BPRv, seis viaturas farão o patrulhamento. Uma delas é o “caminhão boiadeiro” para o recolhimento de animais soltos na pista. “Muita gente vai se deslocar de Aracaju para o interior e vice-versa. Apesar da votação no segundo turno ser relativamente rápida, o fluxo é grande. É comum pessoas aproveitarem o fim de semana com familiares ou para curtir as praias”, diz.

Além do controle do trânsito, o BPRv também atuará com duas operações simultâneas: a Divisa Segura e a Litorânea, com pontos fixos na região da praia do Abaís, em Estância, no povoado Colônia 13 em Lagarto, e nos municípios de Indiaroba e Simão Dias. O objetivo é fazer busca minuciosa em veículos, verificando armas, drogas, mandados de prisão em aberto e indícios de crimes eleitorais.

“Vamos dar atenção maior ao litoral Sul, como Abaís, Caueira, Praia do Saco, Porto do Cavalo, Porto do Mato, Indiaroba, região que tem fluxo grande de turistas, que dá acesso ao Mangue Seco. O BPRv também está em condições de fazer o teste etilômetro e autuar o condutor que estiver embriagado”, antecipa o major.

Rodovias federais

Da mesma forma que o primeiro turno, a PRF intensifica a fiscalização nas rodovias federais em razão do grande fluxo de veículos, para coibir condutas criminosas e de imprudência no trânsito. Serão multados atos de ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade, falta de equipamentos de segurança e embriaguez ao volante.

A PRF também estará atenta aos crimes eleitorais, como o transporte gratuito de eleitores (somente a Justiça Eleitoral poderá realizar o transporte), a realização de carreatas e o transporte de dinheiro não contabilizado na prestação de contas aos Tribunais Eleitorais.

As polícias orientam ao condutor que verifique a documentação e as condições do veículo antes de pegar a estrada, como calibragem, pneus carecas, alinhamento, balanceamento, água em reservatório etc; além disso, que utilize os equipamentos de segurança.

Fonte: F5 News