Decisão do STJ mantém liberdade de radialista suspeito de estupro em Sergipe

O Colegiado da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) julgou, nesta terça-feira (27), o habeas corpus impetrado pela defesa do radialista George Magalhães e manteve, por unanimidade, a liberdade dele. George foi indiciado por suspeita de estupro e corrupção ativa de testemunhas.

Segundo o advogado de defesa, Getúlio Sobral, a decisão garante a liberdade do radialista, que por enquanto vai continuar utilizando a tornozeleira eletrônica.

Ainda de acordo com ele, uma nova audiência sobre o caso está marcada para o dia 14 de março de 2019.

Entenda o caso

George Magalhães foi preso na residência dele, localizada no Bairro Atalaia, na Zona Sul de Aracaju, no dia 13 de setembro. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública Tabelião Filadelfo Luiz da Costa, mais conhecida como ‘Cadeião, no município de Estância (SE), de onde saiu no dia 08 de novembro.

Fonte: G1/SE