Em Sergipe, gastos com aposentadorias superam mais de 1/3 das despesas com pessoal

Quase todos os estados do Brasil gastam mais da metade de sua arrecadação líquida com servidores públicos na ativa, aposentados e pensionistas. Ao todo, 22 unidades da federação comprometem mais de 50% de sua arrecadação com pessoal. Os dados são referentes ao segundo quadrimestre deste ano, foram fornecidos pelos governos estaduais e disponibilizados nesta sexta-feira em mais um relatório da Secretaria do Tesouro Nacional sobre a situação das contas públicas dos estados.

Há casos de estados em que os gastos com os servidores ativos, inativos e pensionistas superaram ou igualaram a marca de 60% da receita corrente líquida no segundo quadrimestre deste ano, segundo o relatório. A Lei de Responsabilidade Fiscal estabelece esse percentual como limite para gastos com pessoal.

As despesas com aposentadoria consomem boa tarde dos gastos com o pessoal nos estados, segundo os dados do Tesouro. De acordo com a instituição, as despesas informadas pelos estados com servidores aposentados variaram de 1% a 48% dos gastos totais no segundo quadrimestre deste ano.

Em onze estados, esses gastos representam mais de um terço das despesas totais com pessoal: São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Santa Catarina, Alagoas, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Sergipe, Paraná e Mato Grosso do Sul. 

Fonte: O Globo