Itabaiana: Presidente da Câmara decide adiar posse da vice

É cada vez mais complicada a situação do prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR), preso por policiais do Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária (Deotap). Valmir encontra-se recolhido no presídio militar (Presmil) em Aracaju

Valmir de Francisquinho é acusado de participar de um esquema de desvio de taxas cobradas pelo matadouro no município. O prefeito foi indiciado por crime de licitação, excesso de exação qualificada (cobrança indevida de tributos) e associação criminosa.

Nesta sexta-feira (17) os rumores eram de que a vice-prefeita Carminha Mendonça assumiria a prefeitura, porém isso acabou não acontecendo, embora os vereadores de oposição tenham pressionado o presidente da Câmara, José Teles de Mendonça, que preferiu aguardar até a próxima segunda-feira (19) quando o Tribunal de Justiça de Sergipe poderá julgar o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do prefeito.

Mais representações – além de estar enfrentando todos esses problemas, Valmir de Francisquinho deve se preparar para novos processos junto ao TRE, já que a deputada estadual reeleita, Maria Mendonça (PSDB) fez novas representações contra Valmir e seu filho, o deputado estadual eleito, Talysson Costa (PR), que na última quarta-feira amargou uma derrota por 7 a 0, no julgamento dos Embargos de Declaração.

Fonte: Fax Aju