Mais Médicos em Sergipe: Municípios podem perder 94 médicos

Sergipe tem 94 médicos cubanos atuando em unidades básicas de saúde em municípios.

O governo quer que todos os médicos voltem ao País antes do Natal. 

O fim do Mais Médicos em Sergipe pode afetar mais de 600 mil pessoas.

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) já declarou que, assim que assumir o cargo, oferecerá asilo a quem quiser ficar no Brasil.