Sergipanos buscam renegociação de dívidas em Mutirão Limpa Nome

Desde as 8h desta segunda-feira, 19, a população sergipana tem oportunidade de renegociar suas dívidas e limpar seu nome do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC)/Serasa na 8ª edição do Mutirão Limpa Nome no Estado. O evento acontece de hoje à próxima sexta-feira (23).

Segundo a chefe de divisão operacional do Nupemec, Carla Maria Franco, Sergipe é um dos estados mais endividados do país. “Esse tipo de movimento é importante para proporcionar, além de tudo, uma conscientização sobre consumo, por meio do setor de cidadania presente no local”, disse.

Este ano, o mutirão conta com a participação das empresas Energisa, Deso, Banese Card, Banco Banese e Gbarbosa/Cencosud. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) também se faz presente na Unit Centro, localizada na Rua Lagarto, 264, realizando consultas sobre negativação no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). 

O evento é uma parceria entre a Universidade Tiradentes (UNIT) e o Tribunal de Justiça de Sergipe, através do Núcleo de Práticas Jurídicas. Para fazer algum tipo de renegociação é necessário que o interessado chegue ao local o quanto antes, pois cada empresa estipulou um quantitativo de senhas de acordo com a sua possibilidade de atendimento diário.

“É importante que os titulares compareçam com os seus documentos pessoais e um comprovante de residência, se puder trazer uma cópia, já acelera o procedimento”, disse Carla Maria Franco.

Segundo a representante do Nupemec, a estimativa é que o número de atendimentos atinja o mesmo patamar que no ano passado, cinco mil pessoas. A empresa mais procurada no ano passado foi o Banese Card pela quantidade de pessoas que utilizam o cartão e a facilidade em Sergipe.

“É a minha primeira vez aqui, mas vi a importância em pagar minha dívida e limpar meu nome nesse cartão que é o mais utilizado por mim. É muito bom que aconteça esse evento porque tem gente que não pode fazer o pagamento e para não se endividar mais, renegocia”, disse a auxiliar de produção Caroline Lima.

Pelo mesmo motivo, o representante comercial Gilton Andrade esteve no local para fazer a sua renegociação. “Essa é uma oportunidade de reduzir cobranças, tirar o nome do SPC, ter crédito no comércio e se livrar dos juros que são muito altos”, concluiu o homem, que participa pela segunda vez do mutirão e elogiou a oportunidade.

Fonte: Portal F5 News