.

Governo cria força-tarefa para reforçar o abastecimento em Tobias Barreto

Na manhã desta segunda (17), o secretário de Estado da Casa Civil, José Carlos Felizola, se reuniu com o prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, com o objetivo de discutir a formação de uma força-tarefa que reforce o sistema de abastecimento de água do município, devido à grave situação da barragem. 

Segundo o secretário José Carlos Felizola, a atual barragem que abastece a cidade está num volume morto, e as chuvas que caíram nos últimos meses não foram suficientes para elevar o volume de água. “Infelizmente, com essas chuvas que caíram no estado, a barragem não foi beneficiada. Choveu muito pouco na cabeceira. Porém, não podemos deixar que um município tão importante como Tobias fique desabastecido. Estamos buscando água através de poços na Bahia, no município de Itapicuru, e de uma adutora que está sendo feita em caráter emergencial. Em paralelo, nós estamos nos precavendo caso a barragem chegue a um volume de impossibilidade de abastecimento e essas obras não fiquem prontas em tempo hábil”, frisou o secretário. 

Felizola ainda disse que ficou definido que será montada uma logística de distribuição de água no município.  E, além disso, a Deso fará uma força-tarefa para a construção da adutora, a fim de que a população não sofra com a estiagem. "O que nós estamos fazendo é nos antecipar ao problema, caso ele venha ocorrer. Estamos prontos para servir a nossa população, esse é nosso principal objetivo", afirmou.

O diretor de Operações da Deso, Carlos Anderson Silveira Pedreira, explicou que o governo vem trabalhando para conseguir alternativas para a falta d’água no município. 
“Estamos trabalhando em três frentes. Estamos finalizando a obra no município de Itapicuru e, em paralelo, vamos também abastecer a cidade através de caminhões- pipas, caso haja a necessidade. Além dessas duas alternativas, temos a execução da rede para trazer água dos poços de Catu para Tobias, que já está em andamento. Temos também a opção do fornecimento através de pontos específicos na cidade”, esclareceu.  

Caso a situação da barragem piore, será  realizada uma operação com carros-pipas para entregar água em 19 pontos estratégicos da cidade de Tobias Barreto, para suprir uma necessidade dos cerca de 33 mil habitantes da região.    

Na ocasião, o prefeito de Tobias Barreto, Diógenes Almeida, solicitou ao governo do Estado mais celeridade nas obras que estão sendo realizadas no município de Itapicuru, na Bahia. A Casa Civil acatou e determinou que a Deso aumentasse a produção para que seja finalizado o mais rápido possível. Após a finalização das obras, ainda acontecerão os testes de rede, condicionamento, colocação da rede em carga, para que seja possível de fato fazer chegar essa água em Tobias Barreto. A previsão é que os serviços sejam concluídos em janeiro. 

O prefeito Diógenes Almeida ainda fez um apelo à população sobre o consumo consciente de água. “Peço à comunidade que procure racionar água e que tenham a consciência de que estamos numa crise hídrica muito grande, precisamos economizar.  Não dá para lavar calçada ou carro com mangueira, jogar água para fora, entrar no chuveiro e deixar aberto. A palavra de ordem é economizar”, frisou o prefeito.

A reunião contou com a participação do diretor da Defesa Civil Estadual, tenente coronel Alexandre José; o comandante do 28º Batalhão de Caçadores, coronel José Fernandes Carneiro; o comandante da Polícia Militar de Sergipe, coronel Marcony Cabral; o diretor da Deso, Jethro Duarte Moreira; o diretor de Operações da Deso, Carlos Anderson Silveira Pedreira; e a deputada estadual eleita Diná Almeida.