Por unanimidade, TSE barra mandato de Luciano Bispo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o registro de candidatura do deputado estadual reeleito Luciano Bispo (MDB), com quase 34 mil votos. Atualmente, Luciano é presidente da Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Em decorrência da decisão, o deputado estadual reeleito informou que mantém sua confiança na conquista do seu direito de exercer a próxima legislatura. O TSE definiu por unanimidade barrar o registro. Os ministros acompanharam o voto do ministro Og Fernandes, relator do processo, para rejeitar os embargos interpostos pela defesa e indeferir o registro solicitado pelo então candidato.

Segundo nota divulgada pelo deputado reeleito, os advogados vão entrar com os recursos necessários, com a finalidade de garantir a soberania popular e garantir o exercício da cidadania, uma vez que não cometeu nenhum ato doloso, nem enriqueceu ilicitamente. “Não enriqueci, e na Justiça já provamos também que nenhum agente envolvido no processo, cujo fato ocorreu em 2004, enriqueceu ilicitamente”, disse Luciano.

Segundo a assessoria jurídica de Luciano, com a decisão do TSE, contrária aos embargos, será iniciada uma nova etapa para garantir o direito do atual deputado e presidente da Assembleia Legislativa.

Luciano Bispo aguardou o resultado com expectativa, mas ciente de que haviam duas possibilidades em seu julgamento. “Se tivéssemos vencidos essa fase, provavelmente a outra parte iria recorrer da decisão, como nós perdemos, seremos nós a recorrer dela. Devo informar que respeito a decisão do tribunal”, conclui Luciano Bispo.

Fonte: Jornal da Cidade