.

Governo tem projeto para sair de crise com venda de ações do Banese e Deso

O governador Belivaldo Chagas (PSD) informou nesta terça-feira (26), através do Twitter, que continua com as tratativas para sanear as contas do Estado. Para isso reuniu-se pela primeira vez com os chefes dos poderes públicos estaduais para apresentar a realidade financeira de Sergipe.

O encontro foi considerado muito bom pelos presidentes de poderes depois de ouvir a explanação do governador Belivaldo Chagas, que fez um relato claro, objetivo e transparente de toda a situação de dificuldade do Estado e pediu que cada um analisasse o que poderia fazer para ajudar a sanar essas dificuldades provocadas pela crise.

Uma dos pedido do governador Belivaldo Chagas, a título de sugestão, foi que os poderes aumentassem em 10% o percentual que cada um paga aos aposentados, que atualmente é de 20%, cabendo o restante ao Executivo. Também pediu ao Ministério Público que liberasse a obra de abastecimento de água da região de Lagarto, cuja ordem de serviço foi dada na quinta-feira (21), mas o prefeito Valmir Monteiro foi preso e a obra está paralisada.

Essa paralisação provocou uma reação “estúpida do pároco de Simão Dias, que anunciou que a falta d’água naquele município seria culpa do governador”.

O governador Belivaldo Chagas apresentou alguns projetos analisados pelo executivo para vencer a crise e ir retornando à normalidade, como vender ações do Banco do Estado de Sergipe (Banese) e da Companhia de Abastecimento  Esgotos de Sergipe (Deso), além de trabalhar a partir do próximo mês para conseguir o empréstimo com a antecipação dos royalties da Petrobras.

Segundo Belivaldo, após o carnaval, “continuarei conversando com os nossos parlamentares, entidades de classe, federações e os diversos segmentos da sociedade civil organizada da mesma forma, para que juntos possamos buscar soluções, com transparência, governando com todos e para todos.

Fonte: Fax Aju