.

“Leandro Kível fica fora dos gramados de 3 a 4 meses”,diz especialista

O centroavante da Associação Desportiva Confiança, Leandro Kível, foi submetido à cirurgia na manhã desta terça-feira (19) no DeCós Day Hospital. A contusão que vai deixar o jogador de três a quatro meses fora dos gramados aconteceu no dia 10 de fevereiro, no clássico contra o Itabaiana, após um choque com o goleiro adversário já no final do jogo.

De acordo com um dos médicos responsáveis pela cirurgia, Pablo Barreto, a fratura atingiu a região do planalto tibial lateral, um trauma de alta energia e incomum para os profissionais de futebol. "Ficou identificada a lesão tubular, que consequentemente lesiona a cartilagem do joelho, o que já aumenta a gravidade do caso. A ressonância ainda mostrou um grande edema na região óssea, criando um hematoma na articulação", disse o médico.

A cirurgia foi realizada de uma forma minimamente invasiva, a partir de perfurações, o que auxilia na recuperação do jogador. O médico contou que, no processo cirúrgico, uma lesão no menisco lateral foi identificada e prontamente corrigida.

O médico do clube, Francis Vasconcelos, afirmou que o atleta ficou bastante preocupado quando soube da cirurgia. E apesar da idade avançada para um jogador de futebol, a expectativa é de uma volta em alto nível, como os exemplos de sucesso, como André Dias, no Vitória da Bahia; e Jardel, no próprio Confiança, retomaram a expectativa do jogador de que receberá alta até o fim do dia de hoje e estará livre para iniciar o processo de recuperação.

Reavaliação

Inicialmente, a expectativa é de retorno de três a quatro meses. Mas, segundo os profissionais, o atleta corre risco de ser submetido a uma nova cirurgia no ligamento cruzado posterior. Para isso acontecer, ele será avaliado periodicamente e, após 90 dias de recuperação, os médicos irão constatar se há a necessidade ou não de nova cirurgia. Caso o profissional seja submetido a este novo procedimento, ele perde toda a temporada e o time proletário fica sem um dos seus principais atacantes.

Fonte: F5 News