.

Março termina com chuva acima da média prevista no município de Tobias Barreto

De acordo com a estação meteorológica do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), cerca de 195.8 mm de chuva caíram em Tobias Barreto no mês de março, ultrapassando a média mensal de 79 mm. 

O volume elevado se explica pela a atuação do fenômeno El Niño. O mês bateu o recorde como o de maior quantidade de chuva já registrado desde o mês de setembro de 2018.

A partir de abril, os estudos indicam que o El Niño se enfraquecerá e manterá o clima ameno. O meteorologista Overland Amaral explica que a neutralidade do fenômeno deve atingir os meses de abril e maio, trazendo chuvas um pouco acima da média em Tobias Barreto e região. A previsão de chuvas para este mês é de 87 milímetros. 

O outono ainda terá dias com temperaturas mais elevadas, resultado da combinação de calor e umidade. Mas Overland Amaral ressalta que, com o passar do tempo, os dias devem apresentar temperaturas mais amenas em todo o estado. 

As chuvas devem se formar, principalmente, pela passagem de frentes frias e umidade marítima, tal como ocorre no inverno. “Temos um aumento na frequência de massas de ar frio chegando ao Estado, e por isso esses fenômenos se ocorrem”, explica Overland. 



Matéria: Jornalista Eduardo Góis / Produtor do Programa Gata Amarrada