.

Morre criança atingida por raio em Itabaianinha

Na tarde deste domingo (31) familiares da menina de sete anos, que foi atingida por um raio no município de Itabaianinha, no último domingo (24), confirmaram a morte da criança.

Ela estava internada na Ala Vermelha da Pediatria do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju.

No dia do acidente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) disse que a vítima teve queimaduras no corpo e até uma parada cardíaca. Ela foi reanimada ainda na cidade e só então transferida para o Huse.

Foco de raios

O município de Itabaianinha é o que tem a maior concentração de raios no estado de Sergipe. Os dados são do Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), que faz parte do Centro de Ciências do Sistema Terrestre do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Salgado e Tobias Barreto completam a lista dos três municípios sergipanos com maior possibilidade de descargas elétricas.

Segundo dados do ELAT, a cada 50 mortes por raios no mundo, uma é no Brasil, o país campeão mundial em incidência do fenômeno. São cerca de 110 mortes, mais de 200 feridos por ano e prejuízos anuais da ordem de um bilhão de reais no país.

Ainda de acordo com o grupo, 80% das circunstâncias em que acontecem mortes por raios poderiam ser evitadas se as pessoas soubessem como se proteger.

Fonte: G1/SE