.

Mais de 215 mil pessoas declararam o imposto de renda em Sergipe

O prazo para a declaração do Imposto de Renda acabou no dia 30 de abril e, durante todo o período disponibilizado para o envio, foram contabilizadas 215.756 mil declarações em Sergipe. O número é superior à meta estabelecida pela Receita Federal para o estado,  de 209 mil envios.

Os 3,3% ou 6.756 mil envios a mais chamaram a atenção dos auditores, pois estabeleceram um aumento significativo em relação ao ano passado, quando foram declarados 207.416 impostos, um acréscimo em 2019 de 8.340 declarações.

"De acordo com a análise conjuntural, imaginávamos que o número de declarações atingiria no máximo a meta, mas o número de contribuintes que cumpriram com sua obrigação foi além do que historicamente estava previsto e da análise da atual situação", afirmou o auditor fiscal da Receita Federal Nilson lima.

Ainda conforme o auditor fiscal, o número de envios realizados no último dia chamou a atenção, foram 28.054 declarações. Essas pessoas correram o risco de perder o prazo do envio e serem obrigados a pagar multa por atraso.

Situação que, por sinal, não pode ser contabilizada pela Receita Federal por envolver múltiplas situações. "Quem não declarou tem um prazo que começou nesta quinta-feira (2), eles pagarão uma multa por atraso. O valor mínimo é de R$ 165 e com 1% do imposto devido ao mês, podendo chegar a 1% do imposto devido anual", disse Nilson. Ele afirmou que o prazo para declarações retificadoras segue o mesmo.

Malha fina

Vale alertar que todo declarante pode ter acesso a sua situação 24 horas após o envio da documentação. A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. Para isso, é preciso gerar um código de acesso, a partir do número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações.

Quem corre o risco de cair na malha fina são os contribuintes que informam rendimentos e deduções diferentes daqueles encontrados no cruzamento de fontes pagadoras ou  recebedoras.

A Receita Federal está contabilizando o número de pessoas que cairam na malha fina durante o envio. "O número total será disponibilizado posteriormente ao cálculo", afirma Nilson Lima.

Restituição

Veja as datas de pagamento dos lotes de restituição do IR neste ano:

1º lote, em 17 de junho de 2019;

2º lote, em 15 de julho de 2019;

3º lote, em 15 de agosto de 2019;

4º lote, em 16 de setembro de 2019;

5º lote, em 15 de outubro de 2019;

6º lote, em 18 de novembro de 2019;

7º lote, em 16 de dezembro de 2019.

Fonte: F5 News