.

Brasileira desenvolve método que usa calor produzido pela luz no tratamento do câncer

O calor produzido pela luz (fototermia) tem sido utilizado para o tratamento de tumores baseado em um método otimizado desenvolvido por pesquisadores do Grupo de Nanomedicina e Nanotoxicologia (GNano) do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC-USP).

Segundo a Agência Fapesp, a técnica utiliza nanocápsulas feitas com membranas obtidas de células cancerosas para transportar antitumorais e materiais fotoativos (ativados pela luz).

A técnica foi desenvolvida por Valéria Spolon Marangoni, bolsista da Fundação de Ampara à Pesquisa do Estado de São Paulo, durante o doutorado.


Valéria apresentou os resultados do estudo sobre a aplicação do método no tratamento de câncer de bexiga em animais durante o Simpósio de Pesquisa e Inovação em Materiais Funcionais, promovido pelo Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), e realizado entre 23 e 24 de maio da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Fonte: Bahia Noticias